Categoria: Consulta


Eu Devia Estar Sofrendo?

Minha mãe está morrendo velhinha e eu não estou devastado. Sou um filho insensível?

É curioso. Minha mãe acabou de morrer, aos 95 anos, na madrugada seguinte do domingo de páscoa. Ela vinha definhando nos últimos meses, nunca saberemos de quê, sem apetite para nada, fraca o bastante para que qualquer investigação agressiva pusesse em perigo sua vida, mas lúcida e inteligente como sempre. Recentemente perdeu a capacidade de ler, a última graça que achava na vida, e lembrou-se de meu pai, com quem esteve casada por setenta anos: “Deus me dê a graça de deixar a vida sem pena, por achá-la sem graça” (ele a deixou há dois anos, com 102 anos). “Meu filho, sempre tive medo da morte, mas agora a acho natural e tenho pedido a seu pai que me venha buscar”.

Leia Mais


Clero e Pedofilia

O que o Sr. tem a dizer sobre o clero e a pedofilia?

Que são dois assuntos separados.

  1. Quando há excesso de poder e falta de transparência em qualquer corporação ou empresa, a tendência a haver abuso moral ou sexual do superior sobre o subalterno é enorme, não importa onde, famílias e congregações religiosas incluídas. Só recentemente nos Estados Unidos iniciou-se a denúncia do sexual (or moral) harassment, e sua prevenção.
  2. A se confirmar que o índice de homossexualidade no clero católico é maior que na população em geral (gostaria de ver uma pesquisa séria a respeito), isto seria compatível com o que Darwin chamou de seleção artificial (a partir de lobos, cruze só os filhotes menores, e em 300 anos você terá um poodle). Anuncie que existe uma profissão de alta dignidade, sustento garantido, mas que exige a renúncia ao casamento e ao sexo em geral: você atrairá para ela pessoas que não pretendem se casar e têm vergonha disso.
  3. Ponha essas pessoas em posição de forte comando sobre pelotões de apetitosos petizes e você terá as três condições que favorecem o crime: motivação; oportunidade e meios.

Leia Mais


Influência dos Videogames

Ouvi dizer que o assassino estuprador gostava de brincar com um videogame de arrancar cabeças. Eu também gosto de videogames violentos. O que isto quer dizer?

Nada. Se eu fosse um assassino, provavelmente preferiria um videogame de arrancar cabeças a um de plantar flores. Um de meus pacientes foi, na adolescência, um matador de gatos. Ele tinha uma espingarda Winchester 22, usava munição long-rifle, e uma mira admirável. Matava gatos, pois não conseguia dormir por causa dos embates amorosos que os felinos entretinham debaixo de sua janela madrugada adentro. Leia Mais


Paixão Perversa

Todas as vezes que me apaixono começa um inferno: tomo qualquer desatenção como ofensa e me vingo de algum jeito, ou magoando, ou dando gelo. A outra, ou termina, ou entra no jogo revidando. O que é isto?

Poderíamos chamar de “paixão perversa”. A perversão, no caso, é o sadomasoquismo do tipo superior/inferior (em inglês, winner/loser). Você conta que este foi um constante jogo em sua família, e que está entranhado em você, acontecendo no trabalho e entre os amigos. E nas paixões também. Leia Mais


Eufemismos

Outro dia eu li que “peido de vaca” contribui para o aquecimento global. Achei grosseiro. Outro artigo dizia que “a flatulência do gado” produzia o mesmo efeito. Pude ler. Qual a diferença?

Você fala do seu pudor. Leia a definição do Houaiss para eufemismo:

palavra mais agradável, de que se lança mão para suavizar o peso de outra palavra menos agradável, mais grosseira.

Leia Mais


Vários Tipos de Depressão

Tenho um amigo que descreve sua depressão de maneira completamente diferente da minha. Existem vários tipos de depressão?

Existem. Você descreve a sua como uma dificuldade de sair da cama e falta de qualquer vontade. A dele contém mal-estar, rancor, pensamentos catastróficos, amargura e automatismo (falta de percepção de si mesmo). Coitado, espero que tenha boa ajuda, pois a dele é a do pior tipo. Eu tive um cliente que é um dínamo empresarial, cérebro agudo, ambição desmedida (quando ele me disse que vinte milhões de dólares era seu teto para descansar, desconfiei de algo errado). Quando eu lhe falei que ele estava deprimido (as noites de terror de ficar pobre), ele se insultou. Mas obedeceu à medicação, e dez dias depois me disse que me odiava: “Eu estou muito melhor, você tinha razão”. Há deprimidos que alternam seu estado por outro, antigamente chamado de “euforia mórbida”, uma exaltação exagerada, planos mirabolantes. Estes têm “distúrbio bipolar do humor”. Pode ser até mais grave que a depressão. Tratá-los sem remédio é considerado CRIME nos EUA. Leia Mais


Paixão É Uma Roubada?

Ouvi numa música que “o coração tem razões que a própria razão desconhece”. Eu acho que funciono assim, pois me apaixono por cada roubada… Isso não tem jeito?

Tem, mas dá  trabalho. A música chama-se “Aos pés da Santa Cruz”, de Zé  Gonçalves, mas a citação original é do filósofo francês  Blaise Pascal, do século 17. Ele e seus amigos queriam que a razão explicasse tudo, mas esbarravam nas coisas do coração. Depois de Freud, a razão começou a adentrar em territórios nunca dantes navegados, inclusive os do coração. Freud escandalizou seus pares ao dizer que a paixão podia ser um sintoma neurótico que encenava o aprendizado afetivo (mal feito) do paciente. O cara buscava pessoas muito parecidas com seus pais, e esperavam que elas produzissem um final feliz numa história que tinha sido infeliz em sua origem. O problema é que as pessoas eram tão parecidas com as antigas, que repetiam as histórias infelizes tal como haviam sido. Leia Mais


Limites do Humor

Fiquei pasmo de o governo do Irã ter feito uma queixa formal ao Itamaraty pelo conteúdo debochado contra eles escrito em uma coluna de HUMOR! Como se explica tal coisa? Ela tem ralação com o nosso dia-a-dia?  

Infelizmente, tem. Um dos medidores da saúde mental é o senso de humor, é o não fazer “drama”. Leia Mais


Vergonha Por Egoísmo

Minha mãe está com câncer de pâncreas, os médicos dizem que a morte é muito rápida. Só que ela tem 97 anos, e eu 72. Em vez de me preocupar com a morte dela, estou preocupado com a minha. Estou envergonhado.

Mas não devia. Eu me lembro de meu filho, aos 7 anos, quando o avô morreu. Ele se deu conta de que também ia morrer e ficou muito perturbado. Esse negócio de morte é algo que passamos a vida negando, ou varrendo para debaixo do tapete da consciência, ou adotando religiões que afirmam haver vida eterna.

Leia Mais


Testando O Amor Com Desprezo

Não sei por que, mas todas as vezes que me apaixono, começo a testar a mulher através do desprezo, do gelo e do maltrato para ver se ela me ama mesmo. Elas acabam me abandonando, ou eu abandono as que resistem ao teste. Sou doido?

Não. A paixão já é um problema em si. Ela é um estado de insanidade temporária que serve ao comando de nossos genes: procriar e ajudar para que a cria não morra. Leia Mais

1234567891011