Sobre a crônica da Danuza Leão (“Ela”, de hoje, 20/01/19, do “O Globo”)

“É muito superficial aquele que não julga pelas aparências” (Oscar Wilde)

“Intuição” é um bom nome para o que em psicanálise se chama de percepção pré-consciente. Pequenos sinais não óbvios, se existe uma motivação poderosa, chamarão a atenção da pessoa. Você fala que não há intuição masculina, mas há, só depende da motivação. Um homem pode ouvir o motor de um carro e dizer “Ih, vai dar problema”. Perguntado o que o leva a pensar assim, responderá: “É o jeitão…” Ele está motivado por um assunto que é de seu total interesse. Minha filha diria sobre o mesmo carro: “Eu vi que ele era azul…” Em outra ocasião, minha irmã me apresentou a um possível futuro sócio dela. Poucos segundos depois eu a chamei num canto e disse “É vigarista!” Por quê? Pelo jeitão. E pelo meu costume de valorizar as sensações mínimas de conforto/desconforto que as pessoas me despertam, e de querer entendê-las, algo muito útil no consultório e na vida em geral.

O prestígio que um homem dá (ou é capaz de tirar de) à mulher eleita é de total interesse dela. Isso a torna extremamente atenta aos pequenos sinais, ao jeitão, que no homem indicam se ele está investindo (ou se está desinvestindo/investindo em outra) nela. Eis porque o ciúme feminino é principalmente de prestígio, ou seja, pode haver ciúmes do futebol e dos amigos dele mesmo se ela tem certeza de que não há sexo envolvido nessas atividades.

Por fim, a história do seu gato me lembrou muito de minha filha, quando o caçula nasceu: era do total interesse dela a atenção que recebia de nós, portanto o bebê novo a perturbava. Eu lhe disse que a coisa esquisita que ela sentia se chamava “ciúme”, e que quando ela sentisse aquilo, que falasse pro pai porque eu ia pegar ela no colo e encher de beijinhos. Era muito bonitinho ver ela chegar para mim e dizer “Pai, tô com ciúme”. Eu cumpria a promessa, ela ficava feliz e tranquila, funcionou muito bem.

Pena que os gatos não falem…

 


Cura em psicanálise

11/11/2018

Follow @FranciscoDaudt // Cura é um conceito especialmente precioso (e mal entendido) em psicanálise: ela fala de remoção da doença, por certo, mas fala principalmente em ser cuidado. Curar é cuidar, é o que faz o curador de menores. Esse cuidar envolve função de mãe [...]


Artigos: Psicanálise só existe em países democráticos

25/10/2018

Follow @FranciscoDaudt // A entrevista de Elizabeth Roudinesco para a Globonews traz essa observação: a psicanálise só existiu e prosperou em países onde havia democracia. Foi banida da Alemanha nazista, da Itália fascista, não existiu nos países comunistas, Rússia, Cuba, China e congêneres. Isso é [...]

Francisco Daudt

Sobre mim

Francisco Daudt nasceu no Rio de janeiro. Mora e trabalha no mesmo bairro do Cosme Velho, onde sempre viveu. Formado médico pela Faculdade de Medicina da UFRJ em 1971, praticou clínica gastrenterológica (pós-graduado pela PUC-RJ) durante cinco anos, quando decidiu migrar para a psicanálise. Como médico, pôde fazer sua formação desvinculada de instituições, escolhendo seu analista didata, seu supervisor e seus professores de teoria freudiana. Pratica psicanálise clínica desde 1978, tendo lecionado teoria freudiana durante dez anos, quando resumiu seu aprendizado em um livro de 340 páginas chamado “A Criação Original – A teoria da mente segundo Freud”, lançado em junho de 2017 (à venda nas livrarias da Travessa do Leblon e Ipanema, e através do site da Editora 7 Letras).

Seu penúltimo livro, “A natureza humana existe – e como manda na gente”, foi lançado em agosto de 2013 pela Casa da Palavra, e se encontra à venda em forma de livro físico e digital, assim como “Onde foi que eu acertei – o que costuma funcionar na criação dos filhos” (C. da P.) e “O amor companheiro – a amizade dentro e fora do casamento”(Sextante).

Atualmente, além de exercer psicanálise clínica, assina uma coluna a cada duas semanas no caderno Cotidiano da Folha de São Paulo. Foi, durante um ano, consultor psicanalítico para o programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo.



Livros

  • A Natureza Humana Existe2015 / Casa da Palavra
  • Onde Foi Que Eu Acertei2010 / Casa da Palavra
  • O Amor Companheiro2004 / Sextante
  • O Aprendiz de Liberdade2000 / a confirmar
  • O Aprendiz do Desejo1997 / 7Letras
  • A Criação Segundo Freud1992 / 7Letras

Vídeos

  • Comportamento humano no BBB2017
  • Ciúmes na família2017
  • Esquecer do Ex2017
  • Relação entre primos2017
  • Assimetria2017
  • Ciúmes dos pais2017
  • Pai perverso2017
  • Pessoa com traços psicóticos2017
  • o humor na vida2017
  • Casamento2017
  • Paixão por ídolos2017
  • Autoestima2017
  • felicidade2017
  • Papel da avó na criação dos filhos2017
  • Exibicionismo2017
  • Ganhar a vida x profissão dos sonhos2017
  • Amizade duradoura2017
  • Rebeldia e divergência2017
  • Ciúmes entre irmãos2017
  • Raízes do medo2017
  • Resposta ao pânico2017
  • Bullying2017
  • Jô Soares2013
  • Cosme Velho Anos 702013
  • Tempos Cruzados: Autoritarismo e a morte de Freud2012
  • Arquivo N: Freud 150 Anos2006
  • Globo News – Espaço Aberto: O Autor Mente Muito2001
  • Senac TV: O Autor Mente Muito2001
  • Globo News – Espaço Aberto: O Aprendiz do Desejo1997